terça-feira, dezembro 06, 2011

O frio é um estado de espírito

...
Gosto dos países do frio. Gosto do frio. Gosto da neve, dos cachecóis, dos passeios nocturnos (incluindo pedalar as 23h de um dia de Dezembro, na Holanda, de uma cidade à outra e depois voltar para casa para descongelar - doía tanto, a cara!).
Gosto das finas camadas de gelo, do reluzir quando a noite cresce e o frio se prolonga ainda mais e todo o laivo de humidade cintila. Gosto dos flocos de neve a bater na cara, de abrir a boca e os abocanhar, de os ver a cair à luz do candeeiro e de ver pedacinhos de neve no casaco de penas. Gosto da água fria onde só as gaivotas e tantas, das correntes debaixo das pontes, dos gritos das gaivotas como as únicas à noite na cidade.
Gosto dos mercados de Natal. Gosto das montras decoradas, das velas, dos calendários do Advento, do Natal como só no norte. Gosto do vinho quente e do chocolate, dos gorros, das casas de madeira, da comida a fazer e que cheira sempre tão bem.
Gosto de usar a minha roupa do frio e de passear quando na rua deserta, de pensar nos meus amigos do sul que são do norte também e que morrem de saudades disto como eu.
Gosto da cidade cada vez mais linda, da cidade na água, da cidade calma e tão acolhedora, assim no calor como no frio, amen.
...

3 comentários:

GWB disse...

:)

Ana disse...

Esqueces-te de: gosto de passear em lagos gelados (mas nao muito) e provocar arritmias nos amigos que olham na margem. Ana

Carla Luís disse...

Olha, não esqueço não! :D Juro que me lembrei tanto disso... :D

Adenda: e os rapazes vão para o meio do lago gelado e começam a escavar círculos em volta dos pés.


Ahahah, priceless! :D Beijinhos! *