segunda-feira, março 28, 2011

[...]

...
E às vezes, de uma assentada só, eu percebo tantas coisas.
...

Sem comentários: