quarta-feira, agosto 04, 2010

os livros ardem tão bem

...
Parece que, e no meio da frase que hoje me apetecia usar, que é "os livros ardem tão bem" pode ser dia para algumas filosofias (de pacote, que a maré não está para mais). Então uma das constatações aqui vai, que não é geral nem abstracta, muito pelo contrário, é a de que não devemos dar às pessoas a oportunidade de falharem, porque em geral elas falham mesmo. E depois disso, que resta fazer senão fingir que não se viu, que se estava a dormir e não se deu pela coisa ou então fingir que não aconteceu. São todas estas algumas das possíveis (más) soluções, que outra coisa não haverá a fazer.
Mas como esta filosofia nem de pacote chega a ser, resta-me voltar ao meio dos livros e pensar no inverno oh quão úteis me seriam eles.
...

1 comentário:

bernardo disse...

seriam? já não vão ser? arderam literalmente?