terça-feira, maio 06, 2008

Meu filho, meu prejuízo!

...
Se acham que já viram tudo na vida...

"Uma mãe, que acabara de dar à luz o seu quarto filho, intenta urna acção de responsabilidade contra o médico que esterilizara o seu marido, alegando que aquele não havia informado o paciente que a esterilização fracassara. Um filho não querido é um dano ressarcível?"

BverfG — Tribunal Constitucional Federal da Alemanha, Abril 2007!

1 comentário:

FG disse...

se a moda pega!!!