sexta-feira, novembro 23, 2007

[doutorecos de pacotilha]

-Sim, dôtôra, não sôtôra, ó dôtôra, é sôtôra,
diz alguém, sem parar e em modo repeat, ao mesmo tempo que engonha tudo e me complica a vida ao máximo que pode.
Bastaria apenas que deixasse de (re)papaguear os salamaleques parvos e fizesse, bem e rapidamente, aquilo que tinha a fazer. Ficaríamos todos muito mais felizes.

3 comentários:

Casimiro disse...

Todos, excepto os não doutores de fato e gravata.

Sandra Malandra disse...

Essa dos títulos académicos transcende-me.

Só mesmo num país saloio como o nosso é que as pessoas mantêm essas manias das grandezes...

Aqui todos os "professores doutores" me pedem para tratá-los por tu....

AMAFAS disse...

Só para dizer que é dótora...
Hehehehe

Bjs