segunda-feira, janeiro 15, 2007

O aborto, a igreja, Saddam e uma ervilha


"Referendo: bispo de Bragança compara aborto ao enforcamento de Saddam Hussein", in Público

Gabo-lhe a imaginação. A isto, só mesmo a resposta de um dos leitores do Público:

"Mas, se o embrião tem o tamano de uma ervilha, e ainda nem está formado, como se consegue apanhar-lhe o pescoço, para o enforcar?"

É caso pra dizer: nonsense com nonsense se paga... ;)

6 comentários:

T disse...

hahahaha. Ao menos imaginação não falta ao povo português... Isso é saudável. Não sei é se as comparações são as mais adequadas... O Saddam afinal era um feto? :D Tenho de ler o artigo!

Carla Luis disse...

Bom, se era um feto e já foi enforcado, se fosse... bem, que conversa estúpida!
Aquilo deve ser hóstias a mais - abaixo os pesticidas alucinogénicos no trigo!!!
(Que estupidez pegada!!)

Nunicius disse...

Acho que o saddam é que era um aborto...,não?

T disse...

Não tinha pensado na coisa por essa perspectiva... Saddam = aborto :D

Yuri disse...

Eu disse o mesmo, mas sem a parte da ervilha...

oliveira disse...

como é possível? viva a santa ervilha...