terça-feira, janeiro 16, 2007

Aborto? Desde que eu não tenha de tropeçar nele...



"As pessoas não o confessam, mas fazem o aborto. A diferença é que [se ganhar o sim a 11 de Fevereiro]deixa de ser clandestino.
Todos os pecadores pecam clandestinamente, mas estar nessa clandestinidade já é uma pena. Mas, se um marido engana a mulher, é diferente ser no estrangeiro ou à sua frente.

É diferente porquê?
Evidentemente que não houve escândalo.
Se faz o mal onde não há contágio, tem uma atenuante.

O problema é saber-se?
É menos mau.
"

Entrevista do Reitor de Fátima ao DN, este domingo. Para quem não acredita, ela está ali acima. Clicar para aumentar - e crer, como S. Tomé!

8 comentários:

Nunicius disse...

O extermismo leva à cegueira e ao engano intelectual.
Incoerências e dogmas vazios são aceites sem questionar se fazem sentido na realidade em que vivemos.

E depois acho piada à ideia de que se não fores apanhado, força nisso...!

Tita disse...

Atrasado mental...

Nunicius disse...

Esse "atrasado mental" era ... para quem?

Carla Luis disse...

Nunicius, eu suspeito que não fosse pra ti... ;)
Mais não fosse, pq neste post haveria candidato bem mais directo! ;)
***

T disse...

Afinal o problema é o contágio e o escândalo... Que quer ele dizer com contágio??? O Sr. Reitor é uma bela peça: "Sou a favor e não sou"... se ele não assumir a posição exacta vai confundir quem lhe dá a entrada no Céu e assim "é menos mau... tem uma atenuante":D É esperto, sim sr.

Nunicius disse...

Eu estava a brincar. Também me parece que não fosse o alvo. :)

Anónimo disse...

Desculpem,
qual foi a parte que eu não percebi?
Reitor de Fátima?
a pronunciar-se sobre maridos que enganam mulheres?
E é menos mau se não se souber?
e o que ele sabe sobre pecar na clandestinidade?!
Livra

ESSE GAJO QUE SE VÁ JÁ CONFESSAR

Carla Luis disse...

Caro Anónimo,
sim, o comentário tem uma lógica na que convém ligar: ou seja, pq é que a igreja peca tanto às escondidas.
Agora fica explicado: "é um mal menor".
Grande lógica, sim.
Concordo com a tua frase final, ehehe!
Mas como se confessa a outros como ele...